imagem

Motoboy é baleado durante briga de trânsito em Guarujá

Um motoboy de 27 anos passou por uma cirurgia após ter sido atingido por um tiro no rosto durante uma briga de trânsito no bairro Sítio Conceiçãozinha, em Vicente de Carvalho, distrito de Guarujá, no litoral de São Paulo. O incidente ocorreu na última terça-feira (6) e, segundo informações apuradas pelo [Nome do veículo], ele permanece internado com um quadro de saúde estável.

Detalhes do incidente

O caso ocorreu por volta das 20h30, na altura da Avenida Santos Dumont. Quando a Polícia Militar chegou ao local, o motoboy estava caído no chão com um ferimento causado por disparo de arma de fogo no rosto. Testemunhas relataram à PM que ele havia se desentendido com um condutor, que deixou o local. Foi apurado que o autor do disparo estava em um carro.

A atendente de loja Gleice Nicole, de 33 anos, foi uma das testemunhas e contou ter visto a movimentação das pessoas para socorrer o motoboy. Ela disse: "Quando passei, ele já estava sozinho, vi apenas a vítima e bastante sangue. Na hora, eu não sabia que ele havia sido baleado, achei que fosse um acidente".

Cirurgia no rosto e estado atual do paciente

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou o motoboy ao Hospital Santo Amaro. De acordo com a unidade de saúde, ele passou por um procedimento cirúrgico no rosto e segue internado com quadro estável de saúde.

Investigações e registro na Delegacia de Polícia

O local onde ocorreu a briga de trânsito foi preservado para a realização da perícia. O caso foi registrado como tentativa de homicídio na Delegacia de Polícia (DP) Sede de Guarujá.

Conclusão

A violência no trânsito é um problema que afeta cidades de todo o mundo, e o incidente envolvendo o motoboy em Guarujá é mais um triste exemplo dessa realidade. É fundamental que medidas sejam tomadas para promover um trânsito mais seguro, com campanhas de conscientização para motoristas, punição efetiva para infratores e uma maior fiscalização por parte das autoridades. A segurança no trânsito é responsabilidade de todos nós e é preciso agir para evitar que mais vítimas sejam feridas ou até mesmo mortas.