ADSENSE GOOGLE TOPO

Veja também

Envio de remessas com Bitcoin para El Salvador caiu quase 35% em 2023

imagem

No cenário da adoção do Bitcoin em El Salvador, o envio de remessas através de criptomoedas enfrentou um declínio significativo durante o ano de 2023

O país de El Salvador, liderado pelo presidente Nayib Bukele, tem sido um dos pioneiros na adoção do Bitcoin como moeda de curso legal. No entanto, um dos aspectos que enfrentou um declínio durante o ano de 2023 foi o envio de remessas através de criptomoedas.

A queda nas remessas familiares via carteiras de criptomoedas

De acordo com dados divulgados pelo Banco Central de El Salvador (BCR), o país testemunhou uma queda de 34,5% no recebimento de remessas familiares via carteiras de criptomoedas em comparação com o ano anterior. No final de 2023, o valor total de remessas em criptomoedas atingiu aproximadamente US$ 82,9 milhões, uma diferença de menos US$ 43,79 milhões em relação a 2022.

Essa redução contrasta com o aumento geral no volume de remessas familiares que entraram no país centro-americano em 2023, totalizando US$ 8.181,7 milhões. As remessas em criptomoedas representaram apenas 1% desse montante.

A falta de crescimento na base de usuários de criptomoedas para remessas

A estabilização observada em 2023 sugere uma falta de crescimento na base de usuários de criptomoedas que enviam remessas, apesar do aumento sustentado nos últimos três anos. Mesmo com um impressionante aumento de 1.000% nas remessas de Bitcoins ao longo desse período, passando de US$ 424 mil no início de 2021 para mais de 80 milhões de dólares em 2023, não houve um crescimento significativo na adoção do Bitcoin como método de envio de remessas em El Salvador.

Desafios enfrentados na adoção do Bitcoin em El Salvador

Os problemas enfrentados na adoção do Bitcoin como moeda corrente em El Salvador têm impacto direto no envio de remessas através de criptomoedas. A volatilidade do preço do Bitcoin é um dos desafios, pois a incerteza em relação ao valor da criptomoeda pode desestimular os usuários a utilizarem-na para enviar remessas.

Além disso, questões relacionadas à Carteira Chivo, que é a carteira oficial de criptomoedas do governo de El Salvador, também têm contribuído para a diminuição no envio de remessas em criptoativos durante 2023. Usuários relataram dificuldades na utilização da carteira, o que pode ter desencorajado o uso de criptomoedas para enviar remessas.

Educação e campanhas de promoção como soluções

Diante desses desafios, tanto o governo de El Salvador quanto os membros do ecossistema de criptomoedas estão buscando soluções para impulsionar o envio de remessas através de criptomoedas. A educação é um dos pilares para a adoção do Bitcoin, e programas educacionais estão sendo implementados para informar e treinar os cidadãos sobre o uso de criptomoedas em remessas.

Além disso, campanhas de promoção também podem ser uma ferramenta poderosa para aumentar a adoção das criptomoedas para envio de remessas. Através de campanhas de conscientização e incentivos, é possível disseminar os benefícios e facilitar o uso das criptomoedas para remessas em El Salvador.

Conclusão

O envio de remessas através de criptomoedas em El Salvador enfrentou um declínio durante o ano de 2023, apesar do aumento geral no volume de remessas familiares. A falta de crescimento na base de usuários de criptomoedas para remessas, a volatilidade do preço do Bitcoin e questões relacionadas à Carteira Chivo são alguns dos desafios enfrentados na adoção do Bitcoin em El Salvador.

No entanto, o governo e membros do ecossistema estão trabalhando para superar esses obstáculos por meio de educação e campanhas de promoção. Com essas iniciativas, espera-se que o envio de remessas através de criptomoedas volte a crescer e se torne uma opção cada vez mais popular em El Salvador.